Índice de Confiança do Consumidor - Janeiro de 2024

Índice de Confiança do Consumidor cai pelo terceiro mês consecutivo; Brasil é um dos quatro países a registrar queda em janeiro, mas segue entre os cinco mais otimistas entre 29 países

Autor(es)
  • Marcos Calliari CEO Ipsos no Brasil
Get in touch

O  Índice de Confiança do Consumidor (ICC) fechou em janeiro com 56,1 pontos em comparação ao último mês de 2023, o que representa uma queda de 0,4 ponto. O resultado mostra que essa é a terceira baixa consecutiva, segundo dados monitorados pela Ipsos em 29 países. Já em relação ao mês de janeiro de 2023, o indicador subiu 0,9 ponto.

Mesmo assim, os números deixam o Brasil entre as cinco nações mais otimistas da pesquisa, ficando atrás da Índia (66,5), Indonésia (65,1), Tailândia (58,8) e Singapura (57,7).  Por outro lado, comparando os resultados com dezembro, além do Brasil, Coreia do Sul (-0,3), Turquia (3,3) e México (-4,2 pontos) mostraram redução na confiança do consumidor.

Marcos Calliari, CEO da Ipsos, explica que o fim de ano não foi nada inspirador para o consumidor brasileiro. “Depois de registrar a segunda pior Black Friday em vendas da história, o comércio contabilizou um desempenho ruim em termos percentuais de vendas no Natal, algo que não acontecia desde 2020. Para se ter uma ideia, os dados do Serasa Experian apontaram que as vendas do varejo físico recuaram -1,4 p.p. em comparação ao mesmo período do ano passado”, comenta Calliari.

Em julho de 2023, o indicador chegou a bater 60,1 pontos, o maior desde janeiro de 2013. Já no segundo semestre, as quedas começaram em agosto e setembro. “Houve uma recuperação em outubro, no entanto, não durou muito tempo”, finaliza Calliari.
 

A nossa pesquisa serviu de base para uma reportagem do jornal Valor Econômico. Leia aqui

Informações para a Imprensa | Giusti Comunicação

[email protected]

Autor(es)
  • Marcos Calliari CEO Ipsos no Brasil