Medição de Audiências de Rádio/Áudio | Ipsos Apeme
Audience Measurement

Medição de Audiências de Rádio/Áudio

OUR SOLUTIONS
Compreender as audiências de rádio/áudio.

Ajudamos as empresas de comunicação que oferecem conteúdos para rádio e/ou áudio a compreender e a promover a dimensão, composição e fluxo de audiências entre diferentes estações e plataformas. Esta informação apoia os processos de decisão sobre a melhor maneira de maximizar as audiências com base em conteúdos atraentes e de promover programas específicos dirigidos a ouvintes de elevado valor comercial. Esta informação é igualmente utilizada para negociar inventários de publicidade entre empresas de comunicação e agências de comunicação que fazem aquisições em representação de operadores de mercado.

A Ipsos utiliza diferentes métodos de medição das audiências de rádio em mais de 30 países de todo o mundo. Entre eles, destacam-se os registos diários de escuta, os estudos de telefonemas recordatórios e o instrumento de medição passivo designado MediaCell Smartphone meter. Em todos os casos, pedimos a uma amostra representativa de pessoas para participarem no sistema de medição seleccionado. No caso dos registos diários, pedimos aos participantes que gravem uma das estações de rádio que ouvirem ao longo de um período de sete dias. É-lhes pedido que, de quinze em quinze minutos, indiquem as estações de rádio que estão a ouvir, as plataformas utilizadas (p. ex., uma estação de rádio, smartphone ou outro dispositivo) e o local onde se encontram (em casa, no carro, no local de trabalho etc.). Os registos diários podem ser em versão papel ou electrónica, completado via computador, tablet ou smartphone, dependendo da preferência.

A abordagem do telefonema Recordatório no Dia Seguinte privilegia as escutas realizadas na véspera, e repetem-se as perguntas sobre as estações escutadas, as plataformas utilizadas e a localização da escuta de quinze em quinze minutos.

O aplicativo Gold Standard MediaCell deteta áudio através de um código especial inserido na fonte sonora da transmissão áudio e/ou selecionando trechos de áudio e fazendo-os corresponder a uma base de dados de referência. Em ambos os casos, a fonte, tempo e localização da exposição pode ser determinada a um nível muito granular. A combinação destes dois fluxos de dados permite-nos captar a escuta de conteúdos de áudio ao vivo e/ou em diferido em todos os dispositivos, com recurso a auscultadores ou não, e fornecer informações ao nível exigido pelo mercado, até ao minuto.