O Papel da Cultura numa Crise Global

Valores partilhados modelam comportamentos e atitudes individuais, o que se torna cada vez mais evidente ao longo do evoluir da pandemia.

Role of culture in a global crisis | Coronavirus | IpsosEnquanto ainda é incerto o como e quão profundo o mundo irá mudar na sequência desta pandemia, não existe qualquer dúvida de que esta provocou uma disrupção profunda na nossa vida, nas tarefas do dia-a-dia e na saúde. O consumo não parou, mas vários aspetos estão a ser alterados, em funções de diferentes contextos e necessidades – colocando uma grande responsabilidade às marcas.

Sendo válido que alguns dos aspetos da atual pandemia são universais, é também fácil encontrar diferentes abordagens, estratégias e respostas ao redor do mundo relativamente a esta crise. Subjacente a estas diferenças está o papel da cultura na moldagem dos nossos comportamentos.

A cultura emerge com mais força em momentos de crise. Em tempos de incerteza, os indivíduos aproximam-se do que lhes é familiar, do que lhes fornece significado e segurança, e daquilo que os ajuda a lidar com a ansiedade.

Este paper mostra que as mensagens governamentais e as reações pessoais à crise foram moldadas por conceitos culturais, e destaca a importância em compreender os drivers culturais e as nuances locais.

Sem um profundo conhecimento cultural, as marcas podem ter dificuldade em construir uma relação autêntica e com significado, agora e no mundo Pós-Covid.

Acreditamos que agora é importante investir em Cultural Profiling nos diferentes mercados. Tal pode ajudar a:

  • Conhecer os drivers e os aspetos que definem a identidade cultural em diferentes países, segmentos e regiões;
  • Compreender o papel que cada marca pode desempenhar, em contextos culturais específicos, ajudando os consumidores a lidar com a incerteza e insegurança;
  • Construir um relacionamento autêntico e simples com os consumidores durante estes tempos de incerteza.  

Aceda ao paper completo em inglês "The Role of Culture in a Global Crisis".