Etnografia

A Etnografia é uma técnica qualitativa caracterizada pelos longos períodos de tempo em contacto com pessoas. Imergimos no mundo dos consumidores, para podermos observar e compreender aquilo que dizem, que fazem e como o fazem.

Para que serve?

O nosso trabalho etnográfico ajuda-nos a perceber práticas culturais, dinâmicas sociais/interpessoais, e a descobrir novas necessidades de consumo. Direcionamo-nos para aquilo que é importante para os consumidores, descobrindo quem são, como vivem e o que impulsiona os seus comportamentos e atitudes. Ao entrarmos nas suas vidas e ao registarmos tais comportamentos, chegamos a conclusões profundas, enriquecedoras e mais envolventes, do que aquelas que chegaríamos se utilizássemos um método tradicional. Assim, conseguimos diferenciar o “eu real” do “eu projetado” dos consumidores.

Como funciona?

O nosso trabalho etnográfico é conduzido de forma profunda, verdadeira e humana, muitas vezes complementado com a produção de imagens e/ou vídeo. Atividades e interações são capturadas “in local” – em casa, na loja, no escritório, na rua, nos transportes… com predominância do contexto onde os consumidores estão inseridos (observação in-context). As nossas equipas utilizam a sua visão económica, cultural e comportamental para perceber o comportamento do consumidor e, de seguida, desenvolver potenciais intervenções de forma a fomentar comportamentos desejados.

Ipsos UU Immersions aplica os princípios da etnografia aos estudos “in-home”. A oferta é suportada por uma aplicação (Ipsos Immersion App) construída para researchers (não para participantes) que, em campo, pretendem captar dados etnográficos. A captação destes dados permite às equipas utilizar outputs visuais, possibilitando uma análise que vai para além do comportamento verbalizado, para conseguir uma visão mais contextualizada dos comportamentos observados e das atitudes latentes.

Porque é que a nossa solução é única?

As nossas imersões “in-home” são conduzidas por uma equipa especializada de researchers qualitativos, que empregam os princípios da antropologia para ajudar os clientes a compreender e a analisar o comportamento do consumidor.