Dia Mundial dos Refugiados 2020

Novo estudo global mostra crescente apoio às pessoas que buscam refúgio de guerra ou perseguição, mas as preocupações com o novo coronavírus mostram que metade dos entrevistados no mundo deseja que seu país seja menos aberto a receber refugiados.

Autor(es)

  • Marcos Calliari CEO Ipsos no Brasil
  • Priscilla Branco Manager Public Affairs, Brasil
Get in touch

Um novo estudo global da Ipsos realizado para marcar o Dia Mundial dos Refugiados 2020 mostra que a grande maioria dos entrevistados em 26 países, incluindo o Brasil, acredita cada vez mais que as pessoas devem ter o direito de procurar refúgio - inclusive em seu próprio país - de guerra ou perseguição. No entanto, as preocupações com o surto do novo coronavírus também impactam na opinião das pessoas sobre se seu país deve aceitar menos refugiados. Por outro lado, a pesquisa - realizada on-line entre adultos com menos de 74 anos - também mostra que as pessoas estão mais positivas sobre a capacidade dos refugiados de se integrarem com sucesso em sua nova sociedade para onde foram. Confira a pesquisa na íntegra abaixo.

Autor(es)

  • Marcos Calliari CEO Ipsos no Brasil
  • Priscilla Branco Manager Public Affairs, Brasil

Sociedade