Pontos de Vista: "Não Uma, mas 6 Cerejas no Topo do Bolo"

A rúbrica “Pontos de Vista” conta com a contribuição de Marina Petrucci, Country Manager da Ipsos APEME. Neste mês de abril, a Marina procura expor aquelas que para si são 6 cerejas no topo do bolo em contexto de valorização de resultados de um estudo de mercado. Inspirada no evento "Taste Tomorrow" by Puratos, a empresa multinacional de fabrico de produtos de panificação, pastelaria e chocolate, proporcionou um excelente exemplo de como partilhar conteúdos de forma eficaz.

Autores

  • Marina Petrucci Country Manager
Get in touch

O mês de março trouxe-nos uma experiência muito interessante e enriquecedora com um novo cliente Ipsos em Portugal - Puratos, um grupo multinacional que contém no seu portfólio uma gama completa de produtos e matérias-primas no sector da padaria, pastelaria e chocolate.

2021 ficou marcado pelo 10º ano do programa de conhecimento “Taste Tomorrow - from consumer insights to innovation” desenvolvido pela Puratos em conjunto com a Ipsos. Em jeito de celebração, a Puratos Portugal partilhou no mês passado os resultados deste programa, em dois eventos onde reuniu um conjunto de stakeholders qualificados nos mercados da panificação e pastelaria. A Ipsos APEME, como representante da Ipsos em Portugal, foi convidada a contribuir para a interpretação destes resultados e dinamização dos eventos.

A experiência revelou-se tão surpreendente e enriquecedora e o trabalho em parceria tão interativo e motivante que não queríamos deixar de partilhar “não uma, mas as 6 cerejas no topo do bolo” desta experiência de valorização e apresentação de resultados provenientes de estudos de mercado. 

Eis alguns exemplos concretos retirados desta experiência que foram os dois eventos Puratos em Lisboa e Porto:

  1. A importância da robustez metodológica, integração de diferentes metodologias e, se possível, o investimento em diferentes geografias, são fatores importantes para uma comunicação segura e assertiva dos resultados de um estudo de mercado.

    Puratos | Ipsos APEMERealizado em mais de 44 países, o programa Taste Tomorrow da Puratos é um estudo de referência na indústria alimentar, sobre as tendências dos consumidores nos mercados de padaria, pastelaria e chocolate. Para além de questionários online, o programa recorre à metodologia Social Intelligence Analytics da Ipsos, que permite acompanhar os meios de comunicação online 24h por dia/365 dias por ano e identificar novos insights sobre as áreas em estudo. A matéria-prima que daí advém oferece uma base robusta para a previsão de tendências, suportada numa abordagem qualitativa quantificada. O programa inclui ainda uma investigação aprofundada, em 7 cidades trendsetting, junto de foodies, especialistas e consumidores especiais, através da abordagem metodológica “Comunidade Online” que permite a concretização de um conjunto de recursos interativos para otimizar e intensificar o envolvimento dos participantes.
  2. O maior desafio nos dias de hoje passa por gerir toda a informação disponível, que é fácil de recolher mas não de tratar, e dedicar tempo à compreensão e reflexão dos dados. A palavra-chave: “Tempo”. O tempo ajuda a encontrar contexto e a maturar os dados, permite trabalho colaborativo com trocas de ideias e experiências, e potencia a Curadoria e a qualidade dos entregáveis. Puratos | Ipsos APEMESe por um lado este processo permite preparar uma história (e um evento) com mais ponderação e até motivação, também cria um sentimento de partilha e cooperação entre as diferentes partes. A Puratos e Ipsos APEME trabalharam durante meses na partilha de expetativas, reflexão e seleção de tendências, e na preparação meticulosa de aspetos estratégicos e operacionais para o futuro do evento. A propósito de tempo, e numa altura em que o contexto é tão dinâmico e volátil, é importante reforçar que continuidade de resultados é também sinónimo de robustez, ao permitir traçar caminhos de evolução nas atitudes e comportamentos. A história dos dados (neste caso, 10 anos de recolha de informação) não significa necessariamente a sua irrelevância e ajuda a explicar a sua evolução e prever o futuro.
  3. O segredo já não é a alma do negócio, e o conhecimento não tem de ficar fechado na empresa que o produz. Partilhar informação útil, atual e de qualidade, com stakeholders e parceiros, pode ser desejável e até crucial para o crescimento do negócio. Puratos | Ipsos APEMEComo qualquer empresa B2B, a Puratos compreende que o sucesso dos seus clientes é o seu sucesso e por isso alavancar o seu negócio faz parte da sua estratégia e das prioridades centrais deste evento. Decidiu por isso partilhar de forma transparente dados frescos sobre as atitudes e comportamentos dos consumidores, bem como exemplos do que melhor se faz cá dentro e lá fora ao nível do retalho. No fundo, fazer uma chamada de atenção para o imperativo da inovação, não necessariamente centrada nas categorias em que trabalha ou exclusivamente nos produtos que comercializa - é a diferença entre uma masterclass e uma ação de hard-selling.
  4. Uma organização que impulsiona a human-centricity reconhece que um maior foco no consumidor é determinante para a cultura de cliente e que esta abre novas e melhores janelas de oportunidade para o negócio. Puratos | Ipsos APEMEDescobrimos uma empresa com uma enorme cultura de foco no consumidor, onde todo o conhecimento de mercado não só é valorizado como regularmente partilhado por toda a estrutura e dissecado por equipas de marketing, comercial e outras. O programa Taste Tomorrow não serve apenas para rechear um evento com clientes, ficou claro que indica oportunidades de negócio que são profundamente refletidas de uma forma transversal por toda a empresa, seja a nível local como global.
  5. Pensar na partilha de resultados como uma experiência lúdica e diferenciadora, em consonância  com o tipo de interesses e o nível de conhecimentos do target. Puratos | Ipsos APEMEO formato de apresentação do estudo da Puratos foi muito mais do que uma simples apresentação sequencial de slides. Partilhámos os resultados do estudo internacional, com foco nos dados de Portugal, em registo dinâmico, sendo intercalados com exemplos concretos do retalho nacional e internacional, complementados com opiniões de especialistas e materializados numa exposição com produtos inovadores. O evento incluiu ainda um almoço onde se degustaram produtos novos que decorrem já da assimilação das mais recentes tendências de consumo. 
  6. No meio da criação de uma experiência diferenciadora, os dados que alimentam e sustentam as conclusões e principais insights podem ser destacados de forma tangível e palpável.

    Puratos | Ipsos APEMEO evento conseguiu alcançar uma integração perfeita entre os resultados do estudo e a sua aplicação prática, com exemplos muito concretos de como gestores de categoria, padeiros e pasteleiros podem materializar as principais tendências de consumo no mercado português em produtos e serviços relevantes. A Puratos desenvolveu uma exposição que integrava de forma harmoniosa percentagens e dados do estudo, com a apresentação de produtos inovadores e com elevado potencial de negócio.

Autores

  • Marina Petrucci Country Manager

Empresarial